Música sertaneja

Paraná lança álbum

Paraná lança álbum

Paraná lança álbum “Minha Inspiração” e já viaja pelo Brasil com nova turnê

Reconhecido como um dos maiores intérpretes da música sertaneja, Paraná tem como marca um timbre de voz único e uma maneira peculiar de retratar o amor em canções que atravessam gerações.

Dez entre dez apreciadores do sertanejo, sejam eles críticos, artistas ou simplesmente fãs, citam Paraná de forma espontânea quando se fala em música de qualidade.

Nascido em Arapongas (PR), o cantor muito cedo já sabia que trilharia o caminho dos palcos, mas não poderia imaginar que chegasse num patamar tão alto nesse meio conhecido por tantos talentos. Vindo de família de agricultores, Paraná aprendeu com o pai, violeiro dos bons, a gostar do gênero que hoje comanda o país, de norte a sul.

Depois de passar a infância e adolescência na cidade de Ivaiporã, outro município paranaense, Paraná decide por uma mudança radical em sua vida, seguindo junto com um dos irmãos para Brasília (DF), a fim de prestar serviço militar. Apesar da possibilidade de seguir essa carreira, que foi fonte de renda por algum tempo, o desejo de cantar falou mais alto e juntos decidiram apostar firme no sonho de viver da arte. Nascia aí a dupla Chico Rey & Paraná.

Se o começo foi difícil, lutando contra certo preconceito em relação a música sertaneja que existia nos centros urbanos da região centro-oeste (como em boa parte do país), a recompensa e reconhecimento não tardariam a chegar. Em meados dos anos 80, já bem conhecidos em todos os estados da região, Chico Rey & Paraná ganham o Brasil com o hit “Quem Será Seu Outro Amor”.

Era o primeiro grande passo, a nível nacional, para a consolidação de uma carreira que viria a ser coroada de vitórias. A canção rendeu o primeiro Disco de Ouro para a dupla e foi a mais executada do país no ano de seu lançamento. Logo vieram os convites para as grandes produções de TV, e a primeira voz de Paraná, inconfundível, e o dueto perfeito com Chico Rey, já eram destaque no cenário sertanejo.

Os sucessos foram nascendo naturalmente, obras-primas como “Amor Rebelde”, “Alma Transparente”, “Leão Domado”, “Tranca a Porta e me Beija”, “Encanto e Magia”, “Canarinho Prisioneiro”, “Você Não Sabe Amar”, “Um Degrau na Escada”, “Em Algum Lugar do Passado” ou “Tá com Raiva de Mim”, entre tantas outras, caíram rapidamente no gosto do público e crítica especializada.

Além de visitar grande parte dos municípios do país, se apresentando nas maiores festas do peão e exposições agropecuárias, casos de Barretos, Americana, Uberlândia, Goiânia, Uberaba e Cuiabá, ou mesmo em casas conceituadas como Atlanta (Goiânia) e Credicard Hall (São Paulo), Paraná soltou a garganta em turnês internacionais pelo Estados Unidos.

Em fevereiro deste ano, a notícia da morte de Chico Rey pegou de surpresa a todos. Porém a história não pode parar. Os fãs, admiradores, radialistas, amigos e artistas do meio foram unânimes e pediram que Paraná continuasse a levar sua arte para os palcos espalhados pelo Brasil.

E Paraná está firme na proposta de continuar a carreira e levantar a bandeira da música sertaneja por onde quer que vá. O novo show já está na estrada e as novidades não param por aí.

chicoreyeparana_minhainspiracaoAcaba de chegar às lojas o CD “Minha Inspiração”, mais um pela gravadora Águia Music, o último ao lado de Chico, que teve participação importante do saudoso parceiro em todas as fases de sua concepção. Em virtude desta dedicação, Paraná decidiu pelo lançamento da obra, uma forma de homenagem ao irmão.

São 14 faixas, quase todas elas inéditas, incluindo duas composições assinadas por Chico Rey, “Um Doce Sabor” (Xandó/Chico Rey/Elismar Mendes) e “Diga” (Jardel/Chico Rey).

Antes mesmo do lançamento, a primeira música escolhida para trabalho já dava mostras de que o repertório do álbum e a interpretação inigualável valeriam os esforços e dedicação dispensados. A romântica “Amo Até Seus Defeitos” (Marcus Paulo/Braulio Verillo) explodiu em tempo recorde em matéria de execuções nas rádios.

Mesmo caminho que parece destinado a “Foi Pra Não Chorar” (Ney/Cleberdi Oliva), canção escolhida para a chegada do CD às lojas e já uma das mais pedidas nas emissoras.

O romantismo, presente em todas as faixas, garante mais um trabalho ímpar, com canções assinadas por grandes compositores da música sertaneja. Alcino Alves e Balthazar da Silva assinam “Morena Perigosa”, uma canção deliciosa que mostra que o perigo das estradas não está só nas curvas por onde passa o asfalto. Alcino ainda compôs “A Mesma Estrada” e “Sonho Triste”. Balthazar assina a sofrida “Temporal”, ao lado do parceiro Marcus Paulo.

Da caneta dos mesmos compositores do clássico “Fio de Cabelo”, Darci Rossi e Marciano, nasceu mais uma belíssima canção, “Eu Volto Amanhã”, outra pérola presente no trabalho.

Zezé di Camargo também participa com umas de suas composições, “Saudade Cruel”, que mais uma vez mostra a força de Paraná no quesito interpretação.

O CD, que basicamente tem o amor como tema, retrata mais uma vez as situações do cotidiano, transformando-as em obras carregadas de poesia e sentimento.

Mesma vibração e intensidade que acompanha Paraná em suas apresentações na nova turnê. Um show que comove e surpreende públicos de todas as idades, pela estrutura, repertório e, principalmente, a qualidade de Paraná como intérprete, característica presente ao longo de toda a sua trajetória e que o tornou referência quando se fala em música sertaneja.

Aliás, fica impossível discutir sobre o gênero e não classificá-lo como um dos maiores ícones da história.


Fonte: http://porteirabrasil.com

radio8segundos

maio 6th, 2016

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu Title
Menu